Archive for the 'Brasil' Category

Entrevista do Fernando Henrique Cardoso a BBC

No youtube há uma entrevista da BBC com o ex-presidente FHC, dividida em duas partes, a primeira com mais ou menos 36 mil acessos e a segunda com aproximadamente 30 mil.  Agora, no mesmo youtube há o vídeo “Solange, a Gaga de Ilhéus”, adivinhem quantos acessos? Mais de 860 mil! O que um pode falar é que FHC nem é mais o presidente do Brasil. Bem, Lula também tem uma entrevista no mesmo programa da BBC e tem pífios 11 mil views.

Acho que tudo isso dá um pouco a dimensão de como gostamos de política e estamos interessados no que pensam nossos governantes.

PS. vale a pena assistir à entrevista do FHC, o entrevistador não deu folga. Não é como entrevistadores no Brasil que perguntam qual é o time do coração ou comentam como está bem seu paletó. Tenho curiosidade para saber se esta entrevista passou na TV do Brasil.

Anúncios

Brasil é o décimo país com mais bilionários no mundo!

Segundo a wikipédia, o Brasil tem 18 bilionários, huahua eu não imaginava. Realmente, isso atrapalha “um pouco” a distribuição de renda do país. Segue abaixo a tabela extraída da wikipédia listando os países com maior número de bilionários. Os Estados Unidos estão em primeiro, até quando? A Índia já está em quarto lugar, atrás da China e Rússia, que tem 87 que provavelmente se deram bem com o final da URSS.

Para medir a desigualdade de rendimento há o índice de Gini, tomando valores entre 0 e 1. Neste índice, quanto mais alto o valor maior a desigualdade entre redimento entre os mais ricos e os mais pobres (no caso do gráfico abaixo os valores estão normalizados entre 0 e 100, também retirado da Wikipedia). Infelizmente os dados para o Brasil vão apenas até antes de 2000, mas segundo o Ipea, o índice de Gini para o Brasil está atualmente em 0.505 (50.50 na escala do gráfico abaixo), uma grande queda da desigualdade nesses últimos dez anos. Será que tem alguma relação com o presidente atual?

Popularidade do presidente Lula

Saiu o resultado da avaliação da popularidade do presidente Lula, feita pelo datafolha (Aprovação de Lula bate recorde histórico, diz Datafolha). Alguns gráficos mostrados na página da folha online apresentam que Lula tem popularidade acima de 50% em todas as regiões do país, embora tenham considerado centro-oeste e norte como única região. Até aí tudo bem, mais uma pesquisa sobre popularidade do nosso presidente.

O que me chamou atenção e o motivo para escrever este post foi que as pessoas têm criticado muito a pesquisa em fóruns pela internet a fora, alguns dizendo que a pesquisa foi feita apenas considerando pessoal do nordeste, região onde o presidente tem naturalmente a maior popularidade, outros dizendo que a pesquisa foi feita apenas considerando pessoas que moram na favela. Enfim, não acreditando nos dados levantandos.

Então resolvi entrar na folha online para ver os dados novamente e o que vi foi que o resultado da pesquisa não está nem entre as notícias mais lidas! Quando entrei na folha, entre as cinco notícias mais lidas duas tratavam de celebridades, ou seja, pelo que parece esse pessoal que gosta muito de criticar (pessoal da internet) não está muito preocupado em obter mais informações para tentar entender direito o real motivo. Imagino que preferem ficar sabendo fofocas sobre a lua-de-mel da Juliana Paes, que está entre as notícias mais lidas e obviamente é mais importante que a pesquisa em questão.

PS.  foi até complicado encontrar uma foto “comportada” para colocar no post. Isso talvez indique um pouco qual é o interesse do nosso Brasil.

Idéias sobre o futuro da TV

Duas notícias me fizeram voltar a pensar sobre o futuro da TV como é atualmente. A primeira, com título Ibope culpa trânsito e web por queda da TV, trata do óbvio, a queda da TV devido a internet. A segunda fala do crescimento de 28% de acessos doméstico a internet no mês de junho, em relação ao ano de 2007 (23,7 milhões de brasileiros navegaram na internet em julho). Esta notícia também aponta que os jovens contribuem para este aumento, o que é muito interessante pois já vão adquirindo a cultura de internet.

Um dos motivos para a substituição da TV pela internet está na comunicação bidirecional, onde o usuário pode escolher uma programação personalizara na hora mais adequada e fica independente de horários nebulosos para acompanhar o próximo programa, além claro, de ter que aguentar os intervalos comerciais que às vezes são mais longos que os próprios “programas”.

A TV, da forma que é, ainda tem alguns anos de sobrevida por alguns motivos. Um deles é que a popularização da internet ainda é um problema no Brasil pois nem todos têm acesso. Outro está na baixa velocidade do acesso doméstico, que não permite que o usuário assista a videos em tempo real. Imagino que este deve ser resolvido em alguns anos com o aumento da banda e redução no custo, isto é, se não houve pressão dos interessados em continuar com a arcaica forma de comunicação, a televisão.

Alguns podem argumentar que não haverá conteúdo bom para internet como há na TV (há?). Eu pensaria duas vezes sobre isso, pois há muitas pessoas criativas que não tem oportunidade na grande mídia. E mais, já começamos a perceber que a internet proporciona boas oportunidades de comunicação, desde exposição de idéias em blogs como produção de pequenos vídeos e animações capazes de atingir milhões de pessoas. Isso seria inimaginável em tempos passados, no tempo de televisores com apresentadores com ares de naftalina.

O pessoal de TV tem que ficar com medo e precisa ou aproveitar para ganhar seus “últimos dinheiros” ou saber se adaptar à nova realidade. Na minha opinião essas pessoas já saem perdendo pois na internet sim terão concorrência, não será um ibope da vida que acaba sendo uma “competição” mais para iludir o público, mas sim estarão frente a pessoas realmente criativas, aquelas que não saem em Caras.

Dinheiro gasto pelos Estados Unidos nas olimpíadas

Vendo o bom desempenho dos EUA nessas olimpíadas fiquei curioso para saber quanto o governo daquele país gastou na preparação específica de seus atletas para os jogos. Imaginei, ora, que teria gasto uma quantia razoável já que só o Brasil gastou R$ 1,2 bilhões, como comentei no post Brasil compra medalhas a peso de ouro, alguns dias atrás.

Buscando por informações sobre os gastos do governo americano nos jogos fui surpreendido pela matéria que encontrei no site do próprio governo, dizendo basicamente que a maioria do dinheiro para os esportes olímpicos vem de empresas e cidadãos. Eles citam as sentenças abaixo, que dizem que o governo não subsidia o comitê olímpico americano.

The USOC is unusual within the international sports community in that it is funded by contributions from private citizens and by major support from the corporate community. The USOC, unlike the vast majority of the 198 national Olympic committees, receives no ongoing government subsidy.

Nos EUA há uma fundação olímpica, uma organização sem fins lucrativos que também ajuda a subsidiar as olimpíadas. O mais interessante é ver como essa fundação foi iniciada. Foi suportada inicialmente com de U$115 milhões arrecadados a partir da venda de moedas comemorativas das olimpíadas de Los Angeles em 1984. O povo acaba ajudando na formação dos atletas, ou seja, não aparece apenas na hora de cobrar resultados, medalhas e chama-los de pipoqueiros.

Fico imaginando qual seria a reação dos brasileiros se o comitê olímpico começasse a pedir doações como faz o comitê olímpico americano em sua página. Podemos argumentar que nosso país é pobre. Realmente, uma boa parte da população não pode doar mas acredito que 52% da população, a classe média (Classe média já é a maioria no Brasil, aponta pesquisa da FGV), poderia. Quando me refiro a doação não estou falando em R$100,00 mas sim 2 ou 3 reais, o que daria uma contribuição de aproximadamente 200 milhões, uma bela ajuda, não? Aí sim passaríamos a ter o direito de criticar quando um atleta não vai bem ou falar fulano do Brasil! Pois seria o povo quem ajudou em sua ida para as olimpíadas.

Tudo muito lindo nos números mas tem um pequeno problema, nunca abriríamos mão de uma cervejinha para ajudar um desconhecido. Mas vamos lá, rumo às olimpíadas de 2016 no Rio!

As olimpíadas acabaram, e agora?

Essas duas semanas têm sido muito boas, esportivamente falando, pois toda a noite há uma variedade de esportes para acompanharmos, muitos recordes e algumas emoções, não necessariamente com os brasileiros. Mas tudo isso acaba hoje, o último dia dos jogos olímpicos. Qual será nosso futuro?

Volta tudo como era antes, em pouco tempo vamos esquecer o nome dos atletas que ganharam alguma coisa para o Brasil, podemos fazer o teste tentando citar para onde foram as três medalhas de bronze que os brasileiros ganharam em Atenas. Vamos voltar a ter “várias” opções de esportes para assistir, voltaremos ao futebol e só. Não nos restam outras opções. Quando veremos judô, atletismo, ginástica ou natação novamente? Boa pergunta. Aí está o problema, respiramos apenas um esporte e não há mágica que faça ganhar todas as medalhas desejadas se não mudarmos um pouco certas atitudes (ou interesses) comodistas. Viva a inércia!

Todo corpo permanece em seu estado de repouso ou de movimento retilíneo e uniforme, a menos que seja obrigado a mudar seu estado por forças impressas a ele. (Isaac Newton)

Brasil, o país do vôlei!

Não, não é emoção pela recente vitória da seleção feminina, mas sim uma constatação comparando o número de medalhas obtidas com vôlei e o futebol nas olimpíadas. Podemos mudar o título de país do futebol para país do vôlei.

Considerando no feminino medalhas obtidas a partir de 1996, que foi quando o futebol feminino passou a integrar as olimpíadas, o vôlei terá 7 medalhas, considerando o ouro ou a prata do voleibol masculino que será disputado hoje. Já o futebol tem 6 medalhas, além disso, nenhuma é de ouro, 4 de prata e 2 de bronze, enquanto o vôlei tem 3 medalhas de ouro, podendo chegar a 4 ao final dessas olimpíadas. Portanto, entre ser país do futebol e do vôlei, o Brasil é do vôlei! Muito melhor.

A propósito, alguém viu a globo, que tanto suporta o futebol, comentando enfaticamente sobre o campeão do futebol masculino como fazem para qualquer campeonato estadual? Se suportam tanto o futebol deveriam pelo dever de informar bem seus telespectadores sobre o assunto. Vai ver que informação não é bem o esporte da globo, se é que vocês me entendem.


Categorias

hit counter html code
dezembro 2017
S T Q Q S S D
« abr    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031